O Eu Rio muito, além de ser um espaço para minhas experiências no Rio de Janeiro, também é o espaço para divulgação de trabalhos variados. Alguns ganham vida e forma rápido, como Os Pássaros, que viraram Os Passarinhos, que irão sair na MAD e ganharam um blog próprio.

Outros são mais trabalhosos, porém extremamente compensadores, como é o caso de Pequenos Heróis.

Se você, que acompanha o projeto desde sua primeira veiculação, em maio no UHQ, sabe do que se trata. Se não sabe, senta que vou lhe falar de um trabalho que me deixa cada dia mais orgulhoso;

O projeto Pequenos Heróis nasceu de uma animação que eu iria fazer com um garoto que, superando seus limites, realiza um feito heróico que lembrava ninguém menos que o Super-Homem. O roteiro foi realizado, mas animação não vingou. Resolvi adaptar a história para quadrinhos e, assim como na animação, seria sem falas, apenas ação. Convidei o amigo Mário César, que tinha participado da minha coletânea Contos Tristes, ilustrando a história A Demente, e ele prontamente abraçou a idéia. Enquanto ele desenhava “Superbro”, a eu escrevia outras histórias, na esperança de encontrar mais pessoas interessadas no projeto. Mário indicou alguns, eu corri atrás de outros, e assim formamos uma grande equipe: Emerson Lopes, Jaum Felipe (de Viajante Jaum), Raphael Salimena (Mad, Linha do Trem), Ric Milk , Dandi, Leo Finocchi, Vitor Cafaggi (The amazing adventures of Puny Parker) e Fernanda Chiella.

Cada um desenhou ou está desenhando uma história de, em média, 10 páginas, roteirizadas por mim, homenageando os quadrinhos da DC Comics, primeira escolhida. Como já falei em outros blogues (veja aqui a lista de links), vamos fazer mais duas edições homenageando os quadrinhos da Marvel e e os Clássicos, como Mandrake, Fantasma, Buck Rogers, Tex e outros.

Esse post é também para explicar aos desavisados que o material é uma homenagem, não são os super-heróis homenageados que estarão na revista, não são versões infantis dos personagens, são crianças e adolescentes que fazem atos heróicos que lembram o personagem homenageado.

Como os trabalhos ainda estão atrasados, o lançamento em agosto não será possível, mas espero estar até outubro com esse álbum em mãos.

Fiquem agora com uma ilustração de Fernanda Chiella da personagem em que ela está trabalhando, Diana 😉

 

maio1-print

Anúncios